Frete GRÁTIS nas compras a partir de R$ 500,00 / Desconto de 5% no depósito bancário / Parcele em até 6X sem juros

Leitura para criança: saiba como incentivar esse hábito

RSS
Leitura para criança: saiba como incentivar esse hábito

A leitura para criança, logo no início da infância, pode interferir positivamente a inteligência dela para o resto da vida, isso é o que revela uma pesquisa conduzida pela Universidade de Edimburgo e pela King’s College de Londres.

Engana-se quem pensa que a criança é pequena demais para criar o hábito da leitura. Assim que o bebê começar a dar os primeiros sinais de comunicação, ainda que balbuciando, já é possível começar a prática de contar histórias rápidas e curtas.

Quanto mais cedo à leitura for incorporada mais benefícios ela trará para o desenvolvimento da criança, já que uma boa relação com a leitura no início da vida é capaz de despertar diversas habilidades cognitivas ao passar dos anos.

Principais benefícios da leitura para criança:

Promove o desenvolvimento

Ler para uma criança ajuda em seu desenvolvimento, pois aprimora suas habilidades de comunicação, amplia o vocabulário, incentiva a criatividade e a descoberta do mundo imaginário.

Amplia o conhecimento e censo crítico

Pode parecer cedo para pensar em senso crítico, porém desde pequeno é importante que o seu filho aprenda a compreender e construir argumentos e opiniões, assim ele conseguirá desenvolver melhor suas ideias e maneira de agir, além de contribuir para o seu enriquecimento cultural, intelectual e social.

Facilita o aprendizado escolar

Quanto antes você incentivar a leitura para criança, mas facilidade ela terá para compreender e realizar as tarefas na escola. É extremamente importante não só ajudar nas tarefas escolares, como complementá-las com propostas de livros imagéticos ou com histórias curtas e leves.

Desenvolve sentimentos

Ao acompanhar as imagens e ouvir as histórias, as crianças descobrem e manifestam diferentes sentimentos importantes como medo, excitação, compaixão e etc.

Leitura para criança: saiba por onde começar

Antes de tudo é importante que a leitura não seja imposta e sim introduzida de forma natural. Sendo assim, é relevante levar em consideração diversos aspectos, principalmente o tempo de atenção que a criança dedica à leitura e, claro, respeitar este limite.

Faça da leitura uma rotina

Antes mesmo de ser alfabetizada a criança deve estar familiarizada com os livros. Uma ótima opção para introduzir o hábito são os livros brinquedos. Tire alguns minutos todos os dias, seja na hora de dormir ou em algum outro momento, para dedicar a atenção aos livros.

Atenção aos gostos e interesses

Você, melhor do que ninguém conhece os gostos do seu pequeno, então procure assuntos que mais chamam a sua atenção, buscando temas de seu interesse e compatíveis a sua realidade; faça perguntas sobre o enredo, estimule conversas em torno da história e, inclusive, permita que a criança manuseie o livro e crie a sua própria versão da narrativa. Este momento precisa ser prazeroso e descontraído.

Crie o cantinho da leitura

Para aumentar a imaginação e melhorar a atmosfera literária é indicado montar um cantinho aconchegante com pouca luz, além de evitar outros estímulos que possam distrair as crianças. Opte por cadeiras pequenas ou almofadas no chão, se possível coloque os livros expostos em uma mesinha ou outro apoio acessível para os pequenos.

Leva a criança em ambientes propícios

Frequente as livraria junto com seu filho, apresente as mais diversas seções, títulos e gêneros. Deixe-o manusear e escolher os conteúdos que mais chamam sua atenção.

Esteja presente

Para que todos os benefícios sejam realmente garantidos é necessário que um adulto esteja presente para começar esse processo. A criança precisa ser ensinada a pensar, compreender e sentir, e os livros junto a sua participação serão fundamentais.

Quais tipos de livros comprar para o meu filho?

  • Dez meses a dois anos: gravuras simples e coloridas, com histórias curtas e rápidas. Livros com texturas, fantoches, feitos de pano ou plástico são as melhores opções.
  • Dois a quatro anos: histórias fáceis e rápidas, com poucos personagens para facilitar a assimilação. Livros de histórias infantis, com músicas ou fantoches são boas alternativas.
  • De quatro a seis anos: as histórias devem estar associadas aos ambientes e temas já conhecidos pela criança.

Se você ainda não tinha pensado no quanto a leitura pode fazer a diferença na vida do seu filho, agora é a hora de introduzir esse novo hábito. E para quem já esse costume, compartilhe com a gente as suas experiências.

Postagem anterior Próximo Post

  • May 22, 2019
  • Natália Nocelli
Comentários 0
Deixe um comentário
Seu nome:*
Endereço de e-mail:*
Mensagem: *

Por favor note: comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

* Campos obrigatórios
Sale

Unavailable

Sold Out